domingo, 6 de fevereiro de 2011

Mensagem do Papa Bento XVI no Angelus deste domingo (6)

O homem não está sozinho no meio do mundo. Deus é sempre seu companheiro. É isso que recordou o Papa Bento XVI antes da tradicional oração mariana do Angelus, ao reunir-se com os fiéis na Praça de São Pedro, neste domingo, 6.

"Deus se opõe radicalmente à prepotência do mal. O Senhor cuida do homem em todas as situações, partilha os sofrimentos e abre o coração à esperança", afirmou.

Ao abordar o conteúdo das leituras da Liturgia deste domingo, o Santo Padre ressaltou as palavras de Jesus aos seus discípulos: Vós sois o sal da terra. [...] Vós sois a luz do mundo (Mt 5,13.14).

"A sabedoria incorpora em si os efeitos benéficos do sal e da luz: de fato, os discípulos do Senhor são chamados a dar novo 'sabor' ao mundo, e a preservá-lo da corrupção com a sabedoria de Deus, que resplandece plenamente no rosto do Filho, porque Ele é a 'verdadeira luz que ilumina todo o homem' (Jo 1,9). Unidos a Ele, os cristãos podem difundir em meio às trevas da indiferença e do egoísmo a luz do amor de Deus, verdadeira sabedoria que dá significado à existência e ao agir dos homens", explicou.

Logo após, o Pontífice recordou que, em 11 de fevereiro, celebra-se o Dia Mundial do Doente - ocasião propícia para aumentar a sensibilidade de todos os setores pela situação dos irmãos enfermos, segundo ele. Da mesma forma, neste domingo, acontece na Itália a "Jornada pela vida", também lembrada pelo Papa.

"Desejo que todos se comprometam a fazer crescer a cultura da vida, para colocar no centro, em toda circunstância, o valor do ser humano. Segundo a fé e a razão, a dignidade da pessoa é irredutível às suas faculdades ou capacidade que pode manifestar e, portanto, não diminui quando a pessoa mesma está debilitada, inválida e necessitada de auxílio", salientou.

Fonte: Canção Nova

Postado por Jessé Santos - PASCOM

Nenhum comentário:

Postar um comentário