quarta-feira, 13 de abril de 2011

Arquidiocese debate a comunicação e cria a Recom

A comunicação é considerada hoje, uma peça-chave nas relações políticas, econômicas e principalmente, sociais. Atenta a importância do assunto, a Arquidiocese de Olinda e Recife, realizou no último dia 3, um seminário para discutir o tema. Por meio da Comissão Arquidiocesana para a Cultura, Educação e Comunicação Social, e com o apoio das Irmãs Paulinas, cerca de 70 pessoas se encontraram no Centro Pastoral e debateram a importância da comunicação sob a luz da mensagem do papa Bento XVI feita para ao 45º Dia Mundial da Comunicação, a se realizar no dia 5 de junho.

“Verdade, anúncio e autenticidade de vida, na era digital” intitula a instrução do pontífice para o Dia Mundial da Comunicação deste ano. Para entendê-la melhor, foi realizada uma mesa-redonda formada pela doutora em comunicação e irmã paulina Joana Puntel; a jornalista da Rede Globo Nordeste, Wanessa Andrade; e o repórter do Diario de Pernambuco e agente da Pastoral da Comunicação da arquidiocese, Kleber Nunes.

Para a irmã Joana Puntel, o texto do papa constata que a Igreja está atenta aos debates atuais e preocupada com o uso que vem sendo feito das novas formas de mídias no desenvolvimento da comunicação, e como o ser humano tem se relacionado nesse novo mundo digital. “O Santo Padre nos convida a olhar a internet como um instrumento capaz de promover a comunicação para a reafirmação de valores humanos, ao mesmo tempo, que deve nos aproximar enquanto irmãos, e não nos isolar no mundo”, afirmou.

Ainda segundo a religiosa a rede mundial de computadores é um ambiente que deve ser ocupado pelo cristão. “Esse novo areópago, como diz o papa, deve ter a participação de todos. É onde as ideias estão sendo discutidas, e o cristão-católico não pode ficar fora desse importante espaço de relações sociais, onde é necessário também ser missionário e evangelizar”, salientou.

Os repórteres Wanessa Andrade e Kleber Nunes trouxeram para a mesa um pouco da experiência do trabalho diário do jornalista na televisão e no jornal impresso, ressaltando como essa nova realidade, provocada pela revolução da internet, vem mudando as formas de se fazer e transmitir notícias.

“O jornalista tem hoje, em meio a sua rotina extremamente corrida, a responsabilidade de ir mais fundo no fato para levar à sociedade a notícia mais verdadeira possível”, disse Wanessa Andrade. Para Kleber Nunes é importante avaliar que a internet acabou com a ideia de emissor e receptor. “Cada um de nós que somos leitores, ouvintes, telespectadores e internautas somos responsáveis também, pelo o que é veiculado na grande imprensa. E todos têm que se apropriar cada vez mais do seu papel crítico dentro dessa nova realidade”, frisou o repórter.

Comunicação na Arquidiocese

No período da tarde, a Pastoral da Comunicação apresentou um plano para integrar as 103 paróquias da Arquidiocese de Olinda e Recife, afim de que elas troquem notícias e assim todas possam conhecer melhor o que acontece nas comunidades.

A sugestão de uma “Rede de Comunicadores” (Recom) foi apontada como uma proposta de alimentar os veículos da arquidiocese que ajudará a divulgar a Igreja nas mídias comerciais. A ideia foi discutida pelos participantes, que foram divididos de acordo com o número de vicariatos para indicar pelo menos duas pessoas, que serão responsáveis pela cobertura dos fatos ligados às igrejas de sua região episcopal.

“O objetivo é que a Pascom arquidiocesana receba o máximo possível de notícias de todo o território da arquidiocese e assim ofereça em seus meios de comunicação uma pluralidade de informações”, explicou a jornalista da Pastoral da Comunicação arquidiocesana, Renata Gabrielle.

À princípio, 10 pessoas, representando os cinco Vicariatos Episcopais, se comprometeram em desempenhar esse trabalho. Futuramente este projeto será estendido aos setores, e posteriormente, às paróquias. No mês de maio, os correspondentes se reunirão para discutir quais são as maiores dificuldades encontradas por eles e, também, participar de oficinas de produção de textos jornalísticos. A rede será lançada oficialmente, no Dia Mundial das Comunicações, 5 de junho.
 

Representantes dos Vicariatos Episcopais

Vicariato Recife Norte
- Eugênio Bezerra – Paróquia Sagrado Coração de Jesus – Curado II
- Veronildo Souza – Paróquia Sagrado Coração de Jesus – Casa Forte

Vicariato Recife Sul
- José Augusto de Albuquerque – Paróquia Nossa Senhora Aparecida – Ipsep
- Bruno Mateus Pereira – Paróquia Nossa Senhora do Rosário – Tejipió
- Anderson Santos – Paróquia Nossa Senhora de Lourdes – Cavaleiro

Vicariato Olinda
- Claudenier Almeira – Paróquia São José – Abreu e Lima
- Tiago José – Paróquia São Francisco – Rio Doce – Olinda

Vicariato Vitória
- Alexandre Silvestre – Paróquia Nossa Senhora Aparecida – Vitória

Vicariato Cabo
- Ir. Josevânia Alves – Paróquia Santo Antônio – Cabo

Fonte: Site da Arquidiocese de Olinda e Recife
Postado por Jessé Santos - PASCOM

Nenhum comentário:

Postar um comentário