domingo, 17 de abril de 2011

Bento XVI reúne mais de 40 mil pessoas em cerimônia no Vaticano

Papa Bento XVI celebrou missa diante de mais de 40 mil pessoas

Papa Bento XVI celebrou missa diante de mais de 40 mil pessoasDA REDAÇÃO CLICK21 - Mais de 40.000 pessoas assistiram na Praça de São Pedro à missa do Domingo de Ramos, durante a qual o Papa Bento XVI pediu aos homens que "elevem seu coração a Deus e não se contentem apenas com o progresso técnico".

Cardeais, bispos e féis, com uma ramo de oliveira na mão, acompanharam a chegada do Papa no "papamóvel", na segunda vez que Bento XVI utiliza o veículo para participar na procissão que antecede a missa, ao invés de caminhar entre a multidão.
Bento XVI, que completou 84 anos no sábado (16), sorria ao cumprimentar os fiéis aglomerados por trás das barreiras metálicas.
A Festa de Ramos, que abre a Semana Santa cristã, comemora a entrada triunfal de Jesus Cristo a Jerusalém, quando foi recebido com ramos de oliveira, dias antes da Páscoa judaica.
"Nós somos muito fracos para elevar nosso coração à altura de Deus", afirmou o Papa em sua homilia.
"Precisamente a soberba de querer fazê-lo só nos derruba e nos afasta de Deus. O próprio Deus deve nos elevar, e é isso o que Cristo começou na cruz", afirmou ainda.
"As grandes conquistas da técnica não nos tornam livres e são elementos do progresso da humanidade apenas se estiverem unidas a estas atitudes; se nossas mãos se fizerem inocentes e nosso coração puro; se estivermos em busca da verdade, em busca do próprio Deus".
"Dirijo-me agora em particular a vocês, queridos jovens, para que me acompanhem na Jornada Mundial da Juventude, que terá lugar em Madri, no próximo mês de agosto, sob o lema: 'Unidos e edificados em Cristo, firmes na fé'", acrescentou o Papa.

O Papa também dirigiu uma mensagem de paz e reconciliação à Colômbia.
"Hoje também penso na Colômbia, onde, na próxima Sexta-feira Santa, se celebra a jornada de oração pelas vítimas da violência. Eu me uno espiritualmente a esta importante iniciativa", declarou.
"Renovo meu pedido urgente à conversão, ao arrependimento e à reconciliação. Chega de violência na Colômbia, que nela reine a paz!", concluiu.

Fonte: Equipe Click21 com AFP
Data: 17/04/11

Nenhum comentário:

Postar um comentário